Márcia Alcântara Holanda: Asma: “Morte zero em 2020”

Por Márcia Alcântara Holanda

Márcia alcântara Holanda Médica Pneumologista e membro da Academia Cearense de Medicina

Fernanda Young, escritora, roteirista, atriz, portadora de asma, morreu em crise da doença, seguida de parada cardíaca, na madrugada do domingo, dia 25/08/2019. A crise se deu no sítio da família, em Gonçalves, sul de Minas, para onde tinha ido, a fim de descanso de fim de semana, e leitura de textos, em fase de preparação da peça: “Ainda nada de novo”, que estrearia em São Paulo, no dia 12 de setembro próximo.

Já temos as ferramentas para o controle de mais de 95% das asmas. Por que, então, se morre da doença? Resposta: não se deveria, entretanto, a doença é complexa, tem cunho genético, mais de 80% é de fundo alérgico, sendo causada por mofos, poeiras, epitélio e saliva de cão e gato, baratas, exercícios físicos, situações de estresse, infecções respiratórias, mudanças climáticas e outras mais. Um simples joguinho de futebol de salão pode matar um asmático se antes do jogo não houver usado o medicamento preventivo. A asma costuma ser traiçoeira se não cuidada devidamente. O diagnóstico correto e tratamento adequado controlam a doença. Os medicamentos disponíveis no SUS são capazes de controlar quase todos os tipos. As crises são imprevisíveis e, às vezes, fatais.

Fortaleza tem o Programa de Atenção Integral à Criança e Adulto com Asma de Fortaleza (Proaica), que conta com mais 3.000 profissionais habilitados, voluntariamente, para controlar a asma dos fortalezenses, que entre 2013 e 2018 reduziu em mais de 50% as mortes por asma na Capital (Datasus 2018). A meta é: “Morte zero em 2020”. São atualmente 9.000 asmáticos diagnosticados e tratados, utilizando a educação para alertá-los sobre a identificação dos fatores de risco que levam à morte. O uso correto dos medicamentos e não deixar de tê-los ao alcance são fatores apregoados pelos profissionais do Proaica. Deixo aqui a frase que mais uso para alertar os pacientes da necessidade de ter sua asma sob controle: “Carregue junto a si suas bombinhas prescritas pelo médico, use-as sempre que necessário, sem medo, até o fim dos seus tempos, e não morrerá de asma”.

Fonte: O povo

Compartilhar:

21 de Junho | Dia Nacional de Controle da Asma

“Olá amigos, Bom dia.
Hoje é o Dia Nacional de Controle da Asma.
 
Nós cearenses, temos muito a comemorar porque o Programa de Atenção Integral à Criança e Adulto com Asma de Fortaleza, o PROAICA, em apenas quatro anos de sua reestruturação, reduziu os internamentos de 3.400 em 2013 para 816 em 2017; aumentou o número de pacientes cadastrados e controlados, de apenas 3.000 para 12.000.
 
A meta será reduzir ainda mais o sofrimento de nossos asmáticos, e até levar as mortes a nível zero, até 2021. 
 
Quem tiver asma e quiser se livrar das crises e da morte pela doença, procure o PROAICA, um PROGRAMA reconhecido pela Sociedade Brasileira de Pneumologia como exitoso, entre tantos outro.
 
Parabéns aos que iniciaram e aos que hoje empunham a mesma bandeira idealista de controle da asma dos fortalezenses. “VIVA O PROAICA”. Apresentação dos números da ASMA em Fortaleza e o nosso Guia de Bolso, que tem tudo sobre como controlar a doença. ”
.

Fonte: FASTMEDIC/SMS – Fortaleza
Fonte: DATASUS/AIH. * Dados sujeitos à modificação.
 *2018 dados de janeiro à maio

Guia de Bolso
.
Coordenação da Dra. Joana Rafaela
Comemorações e capacitações no Dia Mundial da Asma 2018
Compartilhar:

Semana viva sem asma 2017

Prefeitura Municipal de Fortaleza
Sociedade Cearense de Pneumologia e Cirurgia Torácica

Relatório sobre atividades desenvolvidas durante a Semana Viva Sem Asma 2017

A Semana Viva Sem Asma desenvolveu-se entre os dias 02 a 06 de maio de 2017 em todo o município de Fortaleza através de ações organizadas pelos profissionais das Unidades de Atenção Primária à Saúde das 6 regionais. Educação em saúde na sala de espera para pacientes, capacitação de ACS e profissionais da saúde, oficina de espaçadores artesanais, busca ativa de pacientes e consultas figuram como as principais atividades realizadas durante toda a semana. Destaque para as UAPS: Waldo Pessoa, Osmar Viana, Pompeu Vasconcelos, Graciliano Muniz, Regina Severino, Irmã Hercília. Como resultados das ações temos: educação em saúde/atendimentos de 200pacientes e capacitação de 75 profissionais nas uaps incluindo acs, enfermeiros, dentistas. A Semana contou ainda com a Capacitação em Asma – 2017- na modalidade Oficina Asma Em Movimento – 4 Estações de Práticas realizada na Unichistus dias 04 e 05 de maio com abordagem inovadora voltada essencialmente para o cotidiano de atendimento dos profissionais médicos, acs e enfermeiros da Atenção Básica englobando os temas –manejo da Asma na Criança, Manejo da Asma no Adulto, Pré e Pós consulta em Asma e Oficina de espaçadores artesanais, totalizando 266 profissionais treinados e aptos para promover o controle da asma em Fortaleza – (médicos, y enfermeiros, z acs, w outras categorias). Cobertura da imprensa nas TVs Fortaleza, Diário d Nordeste e Ceará e Rádios Universitária e Bandnews FM.

Continue lendo

Compartilhar:

Márcia Alcântara Holanda: “Asma, morte zero em 2021”

O Dia Mundial da Asma foi comemorado no último 2 de maio de 2017 e celebrado com grande entusiasmo pelos asmáticos de Fortaleza e pelo time de profissionais de saúde da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) em parceria com a Sociedade Cearense de Pneumologia e Cirurgia Torácica (SCPCT).

A razão de tanto entusiasmo foi o desempenho técnico e tático desse time composto por pessoas de múltiplas profissões, que de 2013 a 2016 venceu em 59% e 47% as partidas contra os adversários maiores dos asmáticos: as crises mortais e as que geram grande sofrimento e internações (DataSUS-2016). Vale salientar que é o Programa de Atenção Integral à Criança e Adulto com Asma de Fortaleza (Proaica), que norteia a desenvoltura do time. Esse programa foi criado em 1996 por médicos da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará (FM-UFC) e da então Sociedade Cearense de Pneumologia e Tisiologia(SCPT), porém somente em 2013 foi que recebeu algum apoio institucional. Mas ainda não está institucionalizado.

Essa resistência de tantos anos, por parte das instituições ao Proaica, aconteceu provavelmente porque é revolucionário, inovador, não burocratizado, de baixíssimo custo e com necessidades extras mínimas para o seu pleno funcionamento. Um tripé poderoso sustenta o Proaica: 1) A disseminação do conhecimento e habilidades no manejo da asma, a partir de capacitações no mais elevado estilo participativo. O Proaica capacitou, nesse intervalo de três anos em que se tem controlado a doença, 2.800 profissionais de saúde; 2) Disponibilidade das melhores medicações, específicas para o controle das crises: são as bombinhas, de fácil manejo e grande poder de controle, já comprovados e seguros quanto ao seu uso; 3) Ampla e plena comunicação entre os profissionais envolvidos com o programa. Acrescente-se a esses sustentáculos: a adoção do prontuário eletrônico que já inclui os asmáticos matriculados no Proaica; a intensa interação tecnológica entre seus componentes, utilizando amplamente as redes sociais e a adoção da pré e pós-consulta que reforçam em muito a relação dos pacientes com os profissionais que os atende.

Essa última aumenta muito a confiança dos beneficiados e a capacidade para domínio de sua própria doença por meio da maior adesão às medidas de controle. Vale lembrar, entretanto, que a asma não tem cura; portanto, é uma doença crônica, mas tem controle absoluto. Pelo exposto, estabeleceu-se uma meta idealizada pelo time do Proaica, que é manter e intensificar esse embate contra mortes e internações por asma na tentativa de alcançar o ideal: asma, morte zero em 2021.

DraMarciaDra. Márcia Alcantara Holanda
Médica pneumologista; coordenadora do Pulmocenter; membro da Academia Cearense de Medicina
Coordenadora da Comissão de Asma da SCPT
pulmocentermar@gmail.com

Fonte: O povo

Compartilhar:

2 de Maio de 2017 – O Dia Mundial da Asma

O PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL À CRIANÇA E ADULTO COM ASMA DE FORTALEZA – O PROAICA, CELEBRA HOJE O DIA MUNDIAL DA ASMA.

A REDUÇÃO EM 59% DAS MORTES E 47% DAS INTERNAÇÕES POR ASMA, EM TRÊS ANOS DE REATIVAÇÃO DE SUAS AÇÕES DE CONTROLE DA DOENÇA. (dados do DATASUS)

As comemorações estão acontecendo nas Unidades de Saúde da SMS, onde desenvolve-se um programa de educação para pacientes a fim de eles participarem ativamente do auto-controle de suas próprias doenças.

Também está se lançando o Guia de Bolso para o controle da Asma na Atenção Primária o qual estamos postando no nosso Face e site da SCPT e do Pulmocenter para consultar e imprimir à vontade

Guia de Bolso para controle da asma na Atenção Primária (PROAICA).

Está todo baseado no que há de atual em definição e medidas de controle da asma desenhados pelo GINA 2015 e também adota as recomendações das Diretrizes para o Manejo da Asma de 2013 da SBPT”. “Atualização 2017
 .

Vale conferir e usa-lo quando necessário

Para visualizar por completo, clicar no Guia da Bolso figura acima!

Compartilhar: